Traficantes erguem monumento a chefão

Traficantes do cartel do Golfo, que atua na fronteira do México com os Estados Unidos, ergueram um monumento em homenagem a Samuel Flores Borrego, um ex-chefão morto por rivais. A estátua é de um galo e tem uma placa com o nome do traficante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.