Tráfico tem mais poder que militares, diz Evo

BOLÍVIA

, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2010 | 00h00

O presidente boliviano, Evo Morales, reconheceu ontem que os traficantes do país são mais poderosos do que os militares. Segundo ele, os criminosos têm tecnologia mais avançada do que a polícia boliviana e equipamento mais moderno do que as Forças Armadas. Em um discurso a diplomatas, o presidente pediu à comunidade internacional maior cooperação no tema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.