Tragédia em casamento mata pelo menos 65

A queda do teto de uma casa onde era realizado um casamento, no noroeste do Afeganistão, deixou ontem pelo menos 65 mortos - a grande maioria mulheres e crianças. Apenas um homem morreu na tragédia, informou a polícia. Segundo a tradição afegã, homens e mulheres celebram separadamente casamentos. Autoridades disseram que a cifra de mortos deve aumentar. A residência fica em uma remota região do distrito de Jelga. A tragédia ocorreu no fim da tarde, mas equipes de socorro demoraram para chegar ao local, pois a única estrada de acesso é perigosa demais para se trafegar à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.