Transexual chinês, "mãe" de gêmeas, quer ser Miss Mundo

Um transexual chinês chamado Gao Tingtiang, "mãe" de duas gêmeas de sete anos, quer se candidatar à 56ª edição do concurso de Miss China no mês de julho, informou nesta terça-feira o jornal China Daily.A organização estuda o caso de Gao, a quem as filhas chamam de papai apesar de ele insistir que está decidido a "libertar a mulher presa em um corpo de homem".Na próxima quarta-feira acaba o prazo de inscrição do concurso e os requisitos não são muito favoráveis a Gao.Outro transexual chinês, Chen Lili, conseguiu participar das eliminatórias de biquíni para o concurso de Miss Universo de 2004 na região de Sichuan.No entanto, sua presença foi simbólica, pois o organizador da fase final do concurso, nos Estados Unidos, rejeitou a possibilidade de Chen concorrer ao título de Miss Universo por ser transexual.O organizador desconsiderou o fato de Chen ter passado por uma cirurgia de mudança de sexo e recebido uma nova carteira de identidade validada pelo Escritório de Segurança Pública de Nanchong, sua cidade natal.A situação de Gao é diferente, pois, apesar de usar o cabelo comprido, usar roupas femininas e já ter passado por cirurgias no rosto e na garganta, ainda não fez a mudança de sexo.Até 2001, o homossexualismo estava na lista de doenças mentais da Associação Chinesa de Psiquiatria, no entanto, nos últimos anos a situação mudou consideravelmente.Em 2004, as autoridades chinesas concederam a primeira certidão de casamento a um transexual, Zhang Li, de 37 anos, nascido na província de Sichuan, que tem uma filha de seu casamento anterior. Depois Li acabou passando por uma cirurgia de mudança de sexo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.