Transporte público volta ao normal na Grécia

O sistema de transporte público na Grécia voltou ao normal nesta quarta-feira, pela primeira vez em quase duas semanas de greves no metrô e nos ônibus. Mas um novo desafio para o governo está surgindo nas rodovias rurais, onde fazendeiros fazem protestos para pedir ajuda estatal.

AE, Agência Estado

30 de janeiro de 2013 | 13h32

Os trabalhadores do sistema de ônibus decidiram na noite de ontem encerrar a greve que já durava cinco dias. Já o metrô começou a voltar a funcionar na sexta-feira, quando o governo emitiu um decreto emergencial para por fim à greve de nove dias.

Mas outras manifestações trabalhistas já começam a surgir. Marinheiros prometem uma paralisação de dois dias, contra uma reforma que permite aos donos de balsas limitar o número de funcionários. Trabalhadores do setor de saúde também realizam uma paralisação contra cortes de gastos.

Amanhã funcionários do sistema de trens e dos ônibus devem realizar nova paralisação, para pressionar pela adoção de um sistema único de pagamentos para todos os servidores públicos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Gréciacrisetransportegreves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.