, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2010 | 00h00

"Moro na Irlanda e tenho medo da nuvem de cinzas. É muito estranho não ver um avião no céu. Amigos de Londres, vieram do Brasil via Lisboa, alugaram um carro e viajaram 2 mil quilômetros para chegar até Calais e atravessar o Canal da Mancha, de trem, para Londres. Todos estão receosos. O sentimento é de impotência diante da natureza."

Carlyle Vilarinho

"Estou inscrito para a maratona de Londres, no próximo domingo. Meu voo esta marcado, mas a empresa não confirma. Pensei em buscar um plano B, pegar um avião para Lisboa e, de lá, ir a Londres de trem, mas o problema será conseguir lugar nos trens. Me preparei muito para essa maratona."

Cíntia Altieri

"Tenho voo para Londres, mas ninguém me confirma a passagem. Estou de mãos atadas. É frustrante. Não podemos fazer nada. Contra a força da natureza, não temos chance nenhuma. É o planeta mostrando que está vivo e somos totalmente frágeis."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.