Trem-bala quebra recorde mundial de velocidade

Um trem-bala japonês rompeu seu próprio recorde mundial de velocidade nesta segunda-feira, quando engenheiros fizeram o veículo atingir impressionantes 560 quilômetros por hora em um trilho de teste. Sem levar ninguém a bordo, o maglev MLX01 - um trem que utiliza tecnologia de levitação magnética - bateu seu recorde de 552 quilômetros por hora, obtido em abril de 1999. O trem foi comandado por controle remoto em um trilho de testes de 18,4 quilômetros de extensão construído nos arredores da cidade de Kofu, 109 quilômetros a oeste de Tóquio, disse Mika Kamijo, uma porta-voz da companha Central Japan Railway. Treze pessoas estavam a bordo quando o "maglev" estabeleceu seu recorde anterior, prosseguiu a porta-voz. "Maglevs" são trens que se deslocam sem tocar os trilhos. Um sistema de poderosos ímãs faz com que os vagões flutuem no ar, eliminando o atrito com os trilhos. O MLX01 faz parte de um projeto financiado pelo governo japonês e estimado em quase US$ 2 bilhões para o desenvolvimento de trens mais rápidos em um país que já conta com alguns dos comboios mais velozes do mundo.

Agencia Estado,

17 de novembro de 2003 | 14h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.