Trem descarrila na capital de Camarões e deixa 5 mortos

A localidade de Nsam, onde funciona um dos maiores mercados públicos de Camarões

EFE,

30 de agosto de 2009 | 06h24

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras 280 ficaram feridas no descarrilamento de um trem em Yaundé, capital de Camarões, confirmaram hoje fontes oficiais.

 

O acidente aconteceu no sábado no bairro de Nsam, disse à Agência Efe o ministro de Comunicações camaronês, Issa Tchiroma Bakary, acrescentando que o trem, que vinha da cidade de Ngaoundere, no norte do país, provavelmente saiu de seus trilhos devido a um excesso de velocidade.

 

O acidente aconteceu um dia depois que um trem cargueiro de combustíveis e outras mercadorias também descarilou em Yaundé causando um incêndio no qual morreu uma pessoa.

 

Bakary especificou que se a investigação ordenada pelo presidente camaronês, Paul Biyá, constatar que os acidentes foram causados por excesso de velocidade, os motoristas dos trens serão levados a julgamento por homicídio.

 

A localidade de Nsam, onde funciona um dos maiores mercados públicos de Camarões, foi palco há dez anos de outra catástrofe ferroviária na qual200 pessoas morreram e outras 300 ficaram feridas.

Tudo o que sabemos sobre:
descarrilhame nto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.