Tremor não foi resultado de teste nuclear, diz agência meteorológica

A Agência Meteorológica do Japão informou na noite desta quarta-feira que um forte terremoto foi sentido no Japão. O epicentro do tremor, de magnitude seis, ocorreu na costa de Fukushima, 240 quilômetros a nordeste de Tóquio. Segundo a agência, o tremor foi um genuíno terremoto, e não o resultado de um possível segundo teste nuclear da Coréia do Norte.Porém as estações monitoras de abalo sísmicos da Coréia do Norte e dos Estados Unidos informaram na manhã desta quarta-feira (horário do Japão) que não detectaram nenhum tremor."Não há nenhum sinal (tremor) vindo da Coréia do Norte, nem mesmo um pequeno", disse Chi Heon-cheol, diretor do Centro de Pesquisa de Terremotos da Coréia do Norte."Não houve atividade (sísmica) nas duas últimas horas", disse o geólogo norte-americano Rafael Abreu, da Agência de Pesquisas Geológicas dos Estados Unidos. A agência consegue detectar a maioria dos tremores se eles forem de uma magnitude acima de 3,5 pontos.O governo japonês suspeitou horas antes que a Coréia do Norte havia realizado um segundo teste nuclear devido ao abalo sísmico. O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou, porém, que "não recebeu nenhuma informação que indicasse (...) que um teste ocorreu".O governo de Pyongyang atraiu a atenção mundial após, na segunda-feira, declarar que realizou, com sucesso, a explosão de uma bomba nuclear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.