Trens alemães batem de frente; 10 morrem

A 100 km/h, composição que levava passageiros chocou-se contra outra, de cargas, que vinha a 80 km/h no sentido contrário

Ap e Reuters, O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2011 | 00h00

Pelos menos 10 pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas numa batida de frente entre dois trens - um de carga e outro de passageiros - próximo ao vilarejo de Hordorf, na Alemanha. Autoridades locais informaram ontem que o número de mortos pode aumentar, pois, segundo a polícia, 18 vítimas foram internadas em estado grave. As composições se chocaram em meio a um nevoeiro.

O acidente ocorreu às 22h30 do sábado, próximo à capital da Saxônia-Anhalt. Segundo as investigações, o trem de passageiros levava cerca de 50 pessoas a bordo e viajava a 100 km/h. No sentido oposto, o trem de carga vinha a 80 km/h.

As causas exatas, até ontem, não haviam sido apontadas. O administrador da região, Wolfgang Boehmer, disse que, provavelmente, um dos maquinistas não percebeu alguma sinalização que o mandasse parar sua composição. A possibilidade de uma falha técnica não foi descartada.

"A batida foi muito forte. O trem de passageiros foi catapultado dos trilhos", explicou o policial Armin Friedrich, comandante das operações de resgate. Cerca de 200 homens foram enviados para as buscas no local do acidente. Equipes de paramédicos passaram a noite e a madrugada transportando os feridos a unidades de saúde.

O trem de passageiros percorria uma linha local entre a capital da Saxônia-Anhalt, Magdenburg, e a cidade de Halberstadt. A outra composição estava carregada com carbonato de cálcio. Esse foi o pior acidente ferroviário ocorrido na Alemanha desde 2006, quando um monotrilho atingiu um veículo de manutenção em uma área de testes e 23 pessoas morreram.

PARA LEMBRAR

Em 1998, 101 morreram em acidente

O pior acidente ferroviário da Alemanha ocorreu no Estado da Baixa-Saxônia, em 1998. Ao todo, 101 pessoas morreram e outras 88 pessoas ficaram feridas quando um trem de alta velocidade que percorria a linha entre Munich e Hamburgo descarrilou a 200 km/h. Até então, o pior acidente ferroviário do país havia ocorrido em 1971, quando 46 pessoas morreram em uma batida entre duas combinações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.