Três americanos e um britânico morrem no Afeganistão

Três soldados norte-americanos e um britânico morreram nesta sexta-feira no sul do Afeganistão. Com isso, sobe para 34 o número de militares dos Estados Unidos mortos na guerra neste mês. A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) informou hoje que dois norte-americanos morreram após uma ataque de insurgentes, e o outro morreu vítima da explosão de uma bomba colocada à beira de uma estrada, mas não forneceu maiores detalhes.

AE-AP, Agência Estado

18 de junho de 2010 | 15h44

O comando norte-americano confirmou as nacionalidades, sem especificar onde as mortes ocorreram. Em Londres, o Ministério de Defesa disse que um de seus soldados foi morto por uma explosão na província de Helmand.

Junho está se tornando um dos meses com mais baixas para as tropas norte-americanas em quase nove anos de guerra no Afeganistão, ao mesmo tempo em que os insurgentes aumentaram os ataques em resposta à pressão da Otan às fortalezas do Taleban no sul. O pior mês para as tropas norte-americanas no Afeganistão foi outubro de 2009, quando 59 militares morreram. No total, cerca de 52 militares das tropas internacionais morreram no país neste mês. O pior mês para as forças internacionais foi julho de 2009, quando 75 soldados, dentre eles 44 norte-americanos, morreram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.