Três atentados matam 15 em Bagdá e Diyala

Ao menos 10 pessoas morreram e 18 ficaram feridas em 2 explosões ocorridas num vilarejo de maioria sunita na província iraquiana de Diyala. Horas antes, em Bagdá, 5 civis morreram e 27 ficaram feridos na explosão de duas bombas na margem de uma estrada e de um carro-bomba. A tensão sectária está aumentando no Iraque. Ainda ontem, o clérigo xiita Muqtada al-Sadr visitou o presidente do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani, que ameaça retirar seu apoio do frágil governo de coalizão do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.