Três chineses são presos por rumores sobre gripe aviária

A imprensa estatal chinesa afirmou nesta quarta-feira que a polícia do sudoeste da China prendeu três pessoas acusadas de espalharem falsos boatos online de que uma nova forma da gripe aviária se espalhou em sua província.

AE, Agência Estado

10 de abril de 2013 | 11h52

A agência de notícias Xinhua informou que duas pessoas foram detidas por cinco dias após terem escrito em seus microblogs que o vírus H7N9 foi detectado na província de Guizhou. Segundo o relatório policial, a mensagem foi postada diversas vezes, causando pânico nos moradores da região. Uma terceira pessoas que participou ativamente na divulgação dos rumores será detida por 10 dias.

A China já reportou 28 casos de pessoas afetadas pelo vírus, das quais nove morreram. Todos os casos foram registrados em Xangai e nas províncias do leste do país. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinagripepresos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.