Reprodução/hurriyetdailynews.com
Reprodução/hurriyetdailynews.com

Três crianças sírias morrem em incêndio em campo de refugiados na Turquia

Autoridades investigam causas do fogo que se espalhou durante a madrugada e deixou outras seis pessoas feridas; na sexta-feira, incêndio no mesmo local destruiu 21 comércios

O Estado de S. Paulo

29 de março de 2016 | 10h24

ANCARA - Três crianças sírias morreram nesta terça-feira, 29, em um incêndio em um campo de refugiados na Província de Mardin, no sudeste da Turquia, segundo o jornal "Hürriyet".

O fogo se espalhou na madrugada no acampamento e deixou feridas seis pessoas, além de causar a morte dos três menores que tinham entre três e oito anos.

Os feridos foram levados ao hospital público de Derik, no nordeste de Mardin, onde fica o acampamento administrado pela Afad, a autoridade pública de emergências e resgates da Turquia.

Não se esclareceu ainda a origem do incêndio, mas na sexta-feira passada, um curto-circuito no mesmo local causou um incêndio que deixou 21 lojas reduzidas a cinzas, sem que houvesse, nesse caso, vítimas.

O acampamento de Derik tem capacidade para receber cerca de 22 mil refugiados, mas atualmente só 9 mil sírios vivem no local. / EFE

Mais conteúdo sobre:
TurquiaImigraçãoSíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.