Três estrangeiros estão entre os mortos por carro-bomba no Afeganistão, diz OTAN

Um carro-bomba atacou um comboio da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que passava por um bairro populoso da capital do Afeganistão, Cabul, neste sábado, matando ao menos dez pessoas. Entre elas estavam três empreiteiros estrangeiros, segundo autoridades da Otan.

AE, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2015 | 12h04

O ataque aconteceu perto do hospital privado Shinozada, no bairro Macrorayan. O barulho da explosão foi ouvido em toda a cidade de Cabul. Segundo o Ministério da Saúde do país, o atentado matou ao menos nove civis afegãos e um estrangeiro e feriu 60 pessoas. Mas um porta-voz norte-americano da Otan, Brian Tribus, afirmou que três empreiteiros norte-americanos estariam entre os mortos, sem dar mais detalhes sobre o ocorrido. De forma geral, é comum o surgimento de informações conflitantes após os ataques.

O ataque terrorista destruiu também uma série de veículos de civis, segundo o Ministério do Interior. Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo atentado, embora o Taleban tenha intensificado ações contra as forças de segurança do Afeganistão após o fim da missão dos Estados Unidos e da Otan no país, no ano passado. Nas últimas semanas, os militantes também organizaram uma série de ataques em Cabul, depois que autoridades anunciaram a morte de um dos líderes do Taleban Mullah Mohammad Omar. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.