Três ficam feridos após tiros em universidade nos EUA

Um jovem de 18 anos disparou contra o gerente noturno e um outro homem no interior do dormitório da Universidade de Hampton, antes de atirar contra si mesmo, informaram a polícia e funcionário da escola hoje. Os três foram hospitalizados. Nenhum estudante ficou ferido após os disparos, que aconteceram por volta da 1 hora da madrugada de hoje (horário local). Segundo a polícia, o suspeito é de Richmond e é ex-aluno. Ele atirou contra um homem de 43 anos e contra o gerente noturno do local, Harkness Hall, de 62 anos, disse a porta-voz da escola, Yuri Rodgers Milligan.

AE-AP, Agencia Estado

26 de abril de 2009 | 20h43

Funcionários desconhecem o motivo que teria levado o jovem a fazer os disparos, que levaram ao fechamento do campus hoje, enquanto a polícia faz as investigações. De acordo com a política da universidade, todos os estudantes, membros dos departamentos e funcionários foram notificados sobre a situação por mensagens de texto e e-mail. A Universidade de Hampton é uma instituição privada que tem cerca de 5.700 estudantes. Foi fundada em 1868 durante a era de reconstrução pós guerra civil para formar líderes negros.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAdisparosuniversidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.