Três iraquianos morrem em confronto em Mossul

Três iraquianos morreram e dois soldados americanos foram feridos hoje em Mossul, no norte do país. O confronto ocorreu durante busca realizada pelas forças americanas atrás de rebeldes. Conforme relato de um militar americano que participou da operação, os rebeldes atacaram com uma granada de mão e armas leves de fogo. Os soldados revidaram e invadiram uma residência, matando três iraquianos. Na operação, dois americanos ficaram feridos, mas sua condição já é estável.Os mortos eram suspeitos de participar da Ansar al-Islam, grupo islâmico que supostamente mantém ligações com a rede terrorista Al Qaeda. Na casa invadida, as tropas americanas acharam 2 lança-granadas, 8 granadas de mão, 11 granadas de morteiro, 2 rifles de assalto e uma submetralhadora, além de dinheiro. Outras seis pessoas na casa, das quais três eram crianças e duas, mulheres, foram levadas às autoridades. O ataque de hoje dá seqüência a mais um violento fim de semana no Iraque. Ontem, morreram dois militares americanos em ataques a bomba contra comboios, um em Bagdá, outro em Faluja.Explosão - Ainda hoje, uma forte explosão foi ouvida em Bagdá. Janelas estilhaçaram em algumas construções da margem leste do Rio Tigre. "Foi uma das grandes", disse um soldado que fazia guarda no Hotel Palestina, onde vários jornalistas internacionais costumam se hospedar. Segundo um porta-voz da coalizão, que pediu anonimato, a explosão não ocorreu na chamada "zona verde", uma área cercada no lado oeste do rio que abriga quartéis-generais das forças de ocupação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.