Três iraquianos morrem em exercício entre EUA e Iraque

Três homens iraquianos foram mortos por acidente durante um exercício militar conjunto entre EUA e Iraque ao norte de Bagdá, informaram militares norte-americanos neste sábado.

AE-AP, Agencia Estado

15 de agosto de 2009 | 18h06

Forças dos EUA estavam realizando treinamento com morteiros a cerca de 20 quilômetros ao norte de Bagdá quando os homens, que conduziam gado, entraram no campo de artilharia. Um garoto de 11 anos também ficou ferido e foi levado a um hospital militar, e seu estado era estável.

O acidente ocorre num momento de transição, em que os EUA estão trocando o combate pelo treinamento de forças de segurança iraquianas. Como parte dessa transição, o efetivo militar dos EUA no Iraque será reduzido em duas brigadas, ou cerca de 8 mil soldados, até o final do mês.

O presidente dos EUA, Barack Obama, ordenou a retirada de todas as tropas de combate norte-americanas do Iraque até o final de agosto de 2010. De acordo com o pacto de segurança firmado entre Iraque e EUA, entre 35 mil e 50 mil soldados permanecerão após essa data para oferecer treinamento e consultoria, mas terão de deixar o país até o final de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.