Três jornalistas são libertados no Iraque

Três jornalistas checos foram soltos depois de quase uma semana em cativeiro no Iraque nesta sexta-feira, mesmo dia em que um homem dos Emirados Árabes Unidos e um executivo dinamarquês foram dados como desaparecidos, em meio à recente onda de seqüestros de estrangeiros pela insurgência iraquiana.Os três checos estavam desaparecidos desde domingo, depois de fecharem a conta no hotel em que haviam se hospedado. ?Estamos todos bem?, disse o repórter Vit Pohanka, a partir da Embaixada checa em Bagdá, juntamente com o repórter Michal Kubal e o cinegrafista Petr Klima. Eles foram soltos nos arredores de Bagdá e seguiram de táxi para a representação diplomática.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.