Três mortos e 15 feridos em explosão perto de Tel-Aviv

No primeiro ataque do gênero emquase três meses, três pessoas morreram vítimas de explosão emuma parada de ônibus perto de Tel-Aviv, informaram nestaquinta-feira autoridades israelenses. "Parece que o suicida se explodiu sozinho, sem nenhumveículo por perto", disse Yossi Sedbon, comandante do distritopolicial de Tel-Aviv, ao Canal 2 de televisão. A Frente Popular de Libertação da Palestina (FPLP)assumiu a responsabilidade pelo atentado em uma chamadatelefônica para a Associated Press. Por ser a hora de pico do trânsito, as ambulânciastardaram a chegar ao local. As explosões ocorreram na Rua Geha, um cruzamentoimportante nos arredores de Tel-Aviv, onde trabalhadorespalestinos costumam aguardar por pessoas que os procuram paraoferecer possíveis empregos, acrescentou Sedbon. Meses atrás,segundo o chefe policial, foram ali detidos mais de cempalestinos por terem estado ali ilegalmente. Os trabalhadores das equipes de resgate disseram que têspessoas foram nortas no ataque, além do atacante suicida, e queoutras 15 ficaram feridas. A explosão de hoje foi a primeira desde 4 de outubro emum restaurante da cidade litorânea de Haifa, em Israel, quematou 21 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.