Três mortos e mais de seis feridos em explosão na Colômbia

A explosão de um carro-bomba em uma rua do município de Fortul, no nordeste da Colômbia, deixou pelo menos três mortos e seis feridos, segundo as autoridades locais. O governador do departamento (Estado) de Arauca, coronel Emiro Palencia, informa que todas as vítimas civis faziam "parte da comunidade de Fortul", localidade a 350 km a nordeste de Bogotá.Palencia não atribuiu o atentado a nenhum grupo armado, embora as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o Exército de Libertação Nacional (ELN) estejam presentes na região.Por enquanto, a principal providência tomada foi a de convocar um conselho especial de segurança com as autoridades militares e policiais da área. O comandante de polícia do departamento de Arauca, coronel Alcides Morales, explicou que o carro-bomba "seguramente seria instalado na área urbana, para atentar contra um estabelecimento oficial ou um destacamento da força pública"."Continuamos trabalhando na localização dos terroristas responsáveis por estas atividades e no controle permanente dos deslocamentos nas ruas e avenidas", acrescentou Morales à rádio Caracol.Na quarta-feira, outro carro-bomba explodiu perto de uma base militar no município de Arauquita, nas proximidades. O motorista morreu e dois soldados e uma mulher que passavam pelo local ficaram feridos. Três municípios deste departamento - Arauca, Arauquita e Saravena - formam parte de uma das zonas especiais criadas pelo governo para enfrentar a vasta presença das guerrilhas com medidas de exceção.Um único chefe militar está à frente de todas as forças do Estado nessa área, e as tropas têm autorização para realizar buscas domiciliares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.