Três palestinos são mortos em Khan Younis

Helicópteros israelenses atacaram duas vezes com mísseis o campo de refugiados palestinos de Khan Younis, na Faixa de Gaza, matando três árabes e ferindo outros 20, disseram testemunhas e médicos. As ofensivas com helicópteros foram lançadas antes e depois da meia-noite de terça-feira (20 horas, pelo horário de verão em Brasília), depois que palestinos atacaram com morteiros e tiros um assentamento judeu e um posto do Exército de Israel.Palestinos disseram que os soldados judeus cercaram um edifício inacabado, alegando que ativistas da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP) estavam escondidos no prédio.Em um comunicado, o Exército israelense disse que os soldados identificaram um grupo de palestinos que estava disparando contra um posto militar judeu perto do assentamento. De acordo com o comunicado, os soldados israelenses apenas responderam aos ataques dos militantes. Mas fontes do Exército que pediram para não ser identificadas confirmaram que os ataques foram lancados a partir de helicópteros. A continuação da violência na madrugada de terça para quarta-feira complica ainda mais os esforços internacionais para colocar fim ao conflito na região, que já dura mais de 14 meses. Até agora, 814 palestinos e 232 judeus já foram mortos em ataques israelenses ou explosões de homens e carros-bomba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.