Três parentes do papa morrem em acidente de carro

Três parentes do papa Francisco morreram e um quarto ficou gravemente ferido em uma colisão entre um carro e um caminhão, ocorrida nesta terça-feira, em uma rodovia na Argentina, conforme informaram o Vaticano e a polícia local.

Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2014 | 12h33

No carro estavam um sobrinho do papa, acompanhado de sua esposa e seus dois filhos, um de dois anos e outro de apenas oito meses. Apenas o sobrinho, Emanuel Bergoglio, de 38 anos, sobreviveu. Ele era filho de um irmão do pontífice. A esposa chamava-se Valeria Carmona, de 36 anos, e as duas crianças foram identificadas como José e Antônio. Eles morreram antes de chegar ao hospital.

O veículo colidiu com a traseira do caminhão, em acidente entre as cidades de Rosário e Córdoba, aparentemente enquanto a família retornava para Buenos Aires após um fim de semana de folga. O motorista do caminhão não se feriu.

O porta-voz do Vaticano, reverendo Federico Lombardi, afirmou que "o papa foi informado do acidente e que está profundamente abalado". Ele acrescentou que Francisco pede a todos que compartilhem seu sofrimento e que se unam a ele em orações.

Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Argentinapapaparentesacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.