Três pessoas levam chifradas de touros no primeiro dia da Festa de São Firmino, na Espanha

Três pessoas levam chifradas de touros no primeiro dia da Festa de São Firmino, na Espanha

A cruz vermelha atendeu a 53 pessoas, mas não há registro de mortes desde 2009; houve protesto contra o festival

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2019 | 08h27

PAMPLONA - O primeiro dia da Festa de São Firmino, tradicional corrida de touros pelas ruas de Pamplona, na Espanha, teve três pessoas feridas por chifradas, de acordo com a Cruz Vermelha. Um deles – de 40 anos – é espanhol e dois outros, dos Estados Unidos – um de 26 e outro de 46 anos.

Outros dois espanhois sofreram traumas na cabeça e, no total, 53 pessoas foram atendidas pela organização médica.

A corrida durou dois minutos e 41 segundos pelas ruas estreitas do centro medieval da cidade até o ringue, onde os animais ficam até o horário das brigas, à tarde. A corrida matinal ocorre todos os dias até o próximo sábado, 13, e reúne centenas de participantes vestindo roupas brancas e lenços vermelhos no pescoço. Qualquer pessoa com mais de 18 anos pode participar, mas as autoridades alertam para o perigo. 

Ferimentos são comuns, mas não há registro de mortes no festival desde 2009, quando um homem levou uma chifrada no pescoço. No total, foram 16 mortos desde 1911, primeira edição da Festa. Em 2018, 42 ficaram feridos, sendo dois por chifradas.

Assim como em anos anteriores, a Festa de São Firmino foi alvo de protestos e reacendeu o debate sobre o tratamento dos animais. Na sexta-feira, 5, manifestantes se deitaram seminus na rua para protestar contra o que veem como crueldade./Reuters e AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Espanha [Europa]Cruz Vermelha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.