Três pessoas morrem na Caxemira antes de eleições

Pessoas suspeitas de integrarem um grupo rebelde mataram três homens na região indiana da Caxemira, informou a polícia. Um oficial disse que os suspeitos invadiram a casa de um chefe de aldeia em Batgund, matando ele e o filho, assim como atiraram e mataram outra pessoa na aldeia de Amlar.

AE, Agência Estado

22 de abril de 2014 | 02h45

Mais de uma dezena de grupos rebeldes tem lutado, desde 1989, pela independência da Caxemira na Índia para se unir com o Paquistão. Rebeldes armados e políticos separatistas insistiram que a região boicote as eleições parlamentares.

Ainda não está claro se as mortes tiveram como intenção dissuadir as pessoas do processo eleitoral. As votações estão marcadas para as duas aldeias na quinta-feira. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiacaxemiraeleiçõesataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.