Três pessoas são decapitadas em Jammu-Caxemira

Um homem de 65 anos, seu filho e sua filha foram decapitados em um ataque ocorrido em uma aldeia no Estado indiano de Jammu-Caxemira, informou a polícia local. A esposa de Mohammed Shafi sobreviveu, mas ficou gravemente ferida na ação, atribuída a militantes islâmicos. Quatro pessoas invadiram a casa da família Shafi na aldeia de Daraj, disse um oficial de polícia sob condição de anonimato. O filho de Shafi tinha 22 anos; sua filha, 15. Os agressores também tentaram decepar a esposa de Mohammed Shafi, mas ela sobreviveu e está internada, em estado grave, em um hospital da região, prosseguiu a fonte.Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque, mas militantes islâmicos lutam desde 1989 pela independência da Caxemira indiana ou sua anexação ao Paquistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.