Eduardo Munoz/Reuters
Eduardo Munoz/Reuters

Cinco pessoas são esfaqueadas em ataque a casa de rabino em Nova York

Vítimas celebravam o Hanukkah na noite deste sábado, 28; há suspeita de que ataque seja antissemita

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2019 | 02h16

Organizações judaicas relatam que várias pessoas foram esfaqueadas na casa de um rabino em Monsey, Nova York, enquanto celebravam o Hanukkah durante a noite deste sábado, 28.

Fotos e vídeos postados no Twitter mostram uma cenas de emergência, com paramédicos correndo e empurrando macas. Um número de veículos policiais e de emergência pode ser visto nas imagens.

O Departamento de Contraterrorismo da NYPD diz que está “monitorando de perto os relatórios de várias pessoas esfaqueadas em uma sinagoga” no Condado de Rockland, Nova York. A Liga Anti-Difamação de Nova York e Nova Jersey diz que também está ciente dos relatos e está a caminho da cena em Monsey. A polícia de Ramapo, que presta serviços a Monsey, se recusou a comentar o caso para a agência Associated Press.

O Conselho de Assuntos Públicos Judaicos Ortodoxos da região do Vale do Hudson twittou relatos de que pelo menos cinco pessoas teriam sido esfaqueadas pouco antes das 22h, na casa de um rabino chassídico, enquanto celebravam o Hanukkah.

As cinco pessoas foram levadas para hospitais próximos. Não está claro qual é a extensão de seus ferimentos ou a possível motivação do ataque. 

A procuradora-geral do estado de Nova York, Leticia James, disse que estava "profundamente perturbada" pelo incidente de sábado. "Estou profundamente perturbada com a situação que está ocorrendo em Monsey, Nova York hoje à noite", ela twittou. “Não há tolerância para atos de ódio de qualquer tipo e continuaremos a monitorar essa situação horrível. Estou ao lado da comunidade judaica hoje à noite e todas as noites".

As facadas em Monsey ocorrem logo após ataques aparentemente anti-semitas relatados em toda a Nova York durante o Hanukkah. Na cidade de Nova York, a polícia recebeu pelo menos seis denúncias de ataques antijudaicos nesta semana e oito desde o dia 13 de dezembro. /AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.