Três soldados americanos morrem e vice-prefeito escapa ileso

Um soldado americano morreu em combate no leste do Iraque, enquanto o vice-prefeito de Tal Afar (norte do país) escapou ileso de uma tentativa de assassinato.O soldado americano morreu ontem, devido aos ferimentos sofridos em combates com grupos insurgentes na província de Diyala, a nordeste de Bagdá. A cidade fica na região mista, povoada por sunitas e xiitas, foco da violência nos últimos meses.Outras duas baixas ocorreram na região oeste da província de Anbar, no mesmo dia. Os nomes dos 3 soldados mortos foram omitidos, aguardando notificação de reconhecimento pelas famílias dos militares.Já são 3.015 os americanos mortos no Iraque desde a invasão do país, em março de 2003.Em Tal Afar, 430 quilômetros a norte de Bagdá, o vice-prefeito Najm Abdallah al-Yaburi escapou ileso de um atentado cometido por um suicida a bordo de um carro-bomba.Yaburi, que é general-de-brigada, supervisionava a distribuição e gás doméstico numa praça da cidade quando aconteceu o atentado.Em Bagdá, três corpos apareceram nesta madrugada, elevando para 51 o total das últimas 24 horas. Seqüência de atentadosAtentados deixaram pelo menos 14 mortos no Iraque nesta quarta-feira, segundo anúncio do governo local. Diversas investidas terroristas foram realizadas em diversos locais do país.Ainda na quarta-feira pela manhã, duas bombas explodiram simultaneamente próximo a um posto em Mahmoudiya, ao sul de Bagdá, matando dois civis e deixando vários carros pegando fogo.Além disso, na terça-feira à noite, em Mosul, ao norte de Bagdá, outros quatro soldados iraquianos ficaram feridos após a explosão de uma bomba próximo ao local onde patrulhavam.Já no centro de Kirkuk, ao norte de Bagdá, outro carro explodiu, mas ninguém foi atingido, segundo policiais que estavam no local na hora da explosão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.