Três soldados dos EUA morrem em ataques no Iraque

Três soldados americanos morreram em dois ataques insurgentes em Bagdá e na cidade de Ramadi, um dos principais pontos de insurgência rebelde, informou hoje o comando militar.Dois militares, da Força Combinada para Bagdá, morreram ontem na explosão de uma bomba quando sua patrulha passava por um bairro da capital, segundo comunicado sem maiores detalhes.Um terceiro fuzileiro morreu também na ontem no duplo atentado suicida com carro-bomba que custou as vidas de mais de 60 recrutas da Polícia iraquiana em Ramadi, acrescentou a autoridade militar.O ataque teve como objetivo um quartel policial, situado junto a uma fábrica de vidro e cerâmica, no oeste de Ramadi, capital da tumultuada província de Al Anbar.O capitão da polícia em Bagdá, Saad Abdel Rahman, informou que uma bomba caiu hoje sobre o mausoléu sunita do xeque Abdulqader al Kailani no oeste da capital, sem causar vítimas entre os fiéis que participavam da oração comunitária de sexta-feira.Além disso, o Ministério do Interior comunicou à EFE que um grupo de homens armados seqüestrou hoje Ahmed Ekar Nazar, vereador da Prefeitura da cidade de Kirkuk, localizada cerca de 250 quilômetros ao norte de Bagdá.Nazar foi capturado quando, em seu carro, seguia para uma visita a um de seus parentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.