Três soldados são mortos em emboscada no Iraque

Horas após o secretário-geral da ONU anunciar que está disposto a enviar uma missão ao Iraque para avaliar a possibilidade de realização de eleições no país - caso as forças de ocupação lideradas pelos EUA puderem garantir a segurança de seus integrantes -, três soldados americanos e dois civis iraquianos morreram numa emboscada contra um comboio militar a oeste de Bagdá. Outro soldado dos EUA também ficou ferido.No ataque ao comboio militar, testemunhas iraquianas relataram que uma bomba explodiu na passagem de um Humvee. Quando reforços chegaram, uma segunda bomba explodiu, atingindo um outro veículo.O iraquiano Emad Abd Salah, 30 anos, disse que depois da segunda explosão, os soldados americanos passaram a atirar a esmo. Vários iraquianos foram feridos. Ele próprio foi parar num hospital, com ferimento na mão. Os dois iraquianos mortos foram atingidos por balas no estômago. Não ficou claro quem fez os disparos.Em Bagdá, forças dos EUA descobriram um carro-bomba num estacionamento perto dos escritórios do Conselho de Governo iraquiano, apontado pelos EUA. Especialistas desarmaram os explosivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.