Três supostos membros da Al-Qaeda são mortos no Afeganistão

Três supostos membros da organização terrorista islâmica Al-Qaeda foram mortos nesta sexta-feira e outros três detidos pelas tropas do Exército Afegão e da coalizão militar liderada pelosEstados Unidos no sul do Afeganistão, informou o comando militar. Segundo um comunicado divulgado pela coalizão, os confrontos aconteceram num edifício do povoado de Ya´Qubi, na província de Khost, sudeste do país. "O objetivo da operação era capturar um assessor da Al-Qaeda, considerado uma ameaça significativa para as forças da coalizão e afegãs", afirma a nota. Segundo o documento, os suspeitos estavam ligados a diversos ataques com carros-bomba e bombas ativadas por controle remoto na província de Khost. As tropas foram recebidas a tiros disparados do edifício, com armas de pequeno porte, acrescentou a nota. "As forçasresponderam aos tiros, matando três terroristas e outros três foram detidos no local." Nenhum membro da coalizão nem do Exército afegão foi ferido na operação, segundo a nota. Os militares encontraram na casa armas e explosivos, inclusive vários rifes de assalto AK-47, munição eGranadas. "As armas confiscadas foram tiradas do edifício e destruídas", afirma a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.