Tribunal censura gravação de Sarkozy em 2012

A Justiça francesa ordenou nesta sexta-feira que um site de notícias retirasse do ar as gravações feitas secretamente por um ex-assessor do ex-presidente Nicolas Sarkozy durante a campanha eleitoral de 2012.

AE, Agência Estado

14 de março de 2014 | 20h33

Em uma decisão de emergência, em resposta a uma ação movida pelo ex-presidente, uma corte de Paris também determinou que o ex-conselheiro de Sarkozy Patrick Buisson pague uma indenização no valor de 10 mil por danos causados ao líder conservador e sua mulher, Carla Bruni. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaSarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.