Tribunal da UE condena política de prisões

FRANÇA

, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2010 | 00h00

Mais uma política pública de segurança do presidente francês, Nicolas Sarkozy, foi denunciada ontem pela União Europeia. Em julgamento realizado em Estrasburgo, o Tribunal Europeu de Direitos Humanos condenou o governo francês por abusos e ilegalidades no aprisionamento provisório de suspeitos. Segundo a corte, a prisão viola o direito dos detidos, além de desrespeitar o direito do suspeito de se manter em silêncio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.