Tribunal de Honduras acusa Zelaya de desviar recursos

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, gastou quase US$ 6,5 milhões de fundos públicos em despesas com seus cavalos e sua moto, além de viagens, compra de joias e roupa e aluguéis, segundo um relatório divulgado ontem pelo Tribunal Superior de Contas. O relatório será enviado à Justiça do país nos próximos dias.

AE, Agencia Estado

07 de setembro de 2009 | 11h52

Zelaya foi deposto em junho. Desde então, o governo interino, liderado por Roberto Micheletti, tem rejeitado as propostas de retorno de Zelaya, mesmo após negociações com a Organização dos Estados Americanos (OEA) e sanções econômicas dos Estados Unidos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.