Tribunal do Bahrein dissolve conselho xiita

Um tribunal do Bahrein dissolveu o Conselho Islâmico Olamaa, que reúne importantes clérigos xiitas do país. A denúncia sobre a dissolução do conselho partiu do Al-Wefaq principal grupo xiita de oposição. Não houve confirmação oficial até o momento.

AE, Agência Estado

29 de janeiro de 2014 | 14h09

Por meio de nota, o Al-Wefaq qualificou o veredicto de hoje como uma "declaração de guerra" à comunidade xiita do Bahrein.

Há três anos, integrantes da comunidade xiita protestam sistematicamente para reivindicar mais direitos e liberdades civis e afirmam ser discriminados pela monarquia sunita.

Os xiitas representam a maioria da população do Bahrein, mas o país é controlado por uma minoria sunita. A repressão aos protestos ordenada pelo governo resultou na morte de dezenas de pessoas ao longo dos últimos anos.

A pequena nação insular situada no Golfo Pérsico tem grande importância geopolítica. O Bahrein sedia a Quinta Frota da Marinha dos Estados Unidos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bahreinxiitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.