Tribunal do Egito condena 29 por apoio à Morsi

Um tribunal do Egito condenou 29 réus descritos como partidários islâmicos do presidente deposto Mohammed Morsi a cinco anos de prisão cada um deles por várias acusações, entre elas a realização de motins.

AE, Agência Estado

29 de abril de 2014 | 18h56

A decisão de terça-feira do tribunal da cidade de Nasr é correlata com a intimidação contra manifestantes pró-Morsi desde que ele foi deposto por militares em julho do ano passado.

A decisão ocorre um dia depois do tribunal emitir sentenças de morte a mais de 700 pessoas que teriam participado dos violentos protestos do verão passado no país.

As sentenças não são definitivas e cabem recurso. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Egitoprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.