Tribunal do Equador concorda em ouvir apelo da Chevron

O Supremo Tribunal do Equador concordou nesta quinta-feira em ouvir um apelo feito pela gigante norte-americana Chevron Corp. para derrubar seu julgamento de 2011 e multa recorde por ocasionar danos ambientais. As 280 mil páginas do processo da Chevron, iniciado em 1993, foram protocoladas no Tribunal Nacional de Justiça, em Quito.

Agência Estado

30 Março 2012 | 01h31

Um tribunal de primeira instância do país da América do Sul condenou a Chevron a pagar uma multa de US$ 9,5 bilhões, depois de anos de poluição na Amazônia atribuída à Texaco, a qual foi comprada pela Chevron em 2001.

Um tribunal da província equatoriana de Sucumbios confirmou a sentença em janeiro. No entanto, a Chevron, que contesta a evidência científica que deu origem ao processo, argumenta que a condenação é indevida, pois toma como base uma lei retroativa. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Equador Chevron

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.