Tribunal do Zimbábue afirma que eleição foi justa

O tribunal constitucional do Zimbábue afirmou nesta quinta-feira que a eleição presidencial no país foi livre e justa, rejeitando alegações de manipulação de votos. A disputa eleitoral resultou na vitória de Robert Mugabe, que recebeu mais cinco anos no poder.

AE, Agência Estado

20 de agosto de 2013 | 10h57

"A eleição presidencial no Zimbábue ocorrida em 31 de julho de 2013 estava em concordância com as leis" nacionais, disse o chefe de Justiça do país, Godfrey Chidyausiku. Segundo ele, a eleição foi livre, justa e com credibilidade. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
zimbábueeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.