Tribunal egípcio derruba prisão de civis por militares

O tribunal administrativo do Egito suspendeu nesta terça-feira um decreto do Ministério da Justiça que autorizava a prisão de civis por policiais militares e agentes de inteligência, informou uma fonte judicial.

AE, Agência Estado

26 de junho de 2012 | 11h50

O decreto, aprovado em 13 de junho, causou indignação entre ativistas e políticos, que compararam a medida à imposição da lei marcial.

O tribunal suspendeu o decreto depois de analisar recurso apresentado por 17 grupos de direitos humanos. O governo ainda poderá apelar da decisão. As informações são da Associated Press e Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Egitocivisdecisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.