Tribunal Europeu condena Rússia por tortura na Chechênia

Rússia foi condenada nesta quinta-feira pelo Tribunal Europeu de Direitos Humanos, no processo movido pelos irmãos Arbi e Adam Chitayev, que denunciaram terem sido detidos e torturados durante a guerra da Chechênia.A Corte decidiu, por unanimidade, que houve uma dupla violação do artigo do Convênio Europeu de Direitos Humanos que proíbe a tortura. Além de terem sofrido maus-tratos durante a detenção, os dois litigantes não tiveram as denúncias a esse respeito investigadas pelas autoridades do país.A Rússia também violou o artigo que garante o direito à liberdade e à segurança, e o que dá direito a um recurso efetivo. O país foi condenado a pagar uma indenização de ? 35 mil a cada um dos litigantes, por danos morais, além de cobrir os custos doprocesso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.