Tribunal inocenta ex-presidente sérvio

O Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia absolveu ontem o ex-presidente sérvio Milan Milutinovic da acusação de crimes contra a humanidade na guerra de Kosovo, em 1999, mas condenou cinco coacusados. Para os juízes, ele "não tinha controle direto" sobre o Exército, quando mais de 800 mil albaneses foram deportados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.