Tribunal vai analisar recurso de Bo Xilai

O ex-dirigente comunista Bo Xilai, de 64 anos, condenado à prisão perpétua por corrupção e abuso de autoridade, foi autorizado por um tribunal chinês a recorrer da condenação. A audiência ainda não tem data marcada. Embora já tenha apresentado o recurso, a pena dificilmente será alterada, já que os tribunais chineses são controlados pelo Partido Comunista, que o declarou culpado. Bo foi preso depois que sua mulher, condenada por matar um empresário britânico, depôs contra ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.