Trichet: Reforma é chave para melhorar crédito da Itália

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, pediu que o governo da Itália aprove as medidas para controlar suas finanças públicas a fim de que o país mantenha sua qualidade de crédito.

REGINA CARDEAL, Agência Estado

03 Setembro 2011 | 12h02

"O BCE e o sistema do euro como um todo consideram que as medidas anunciadas pelo governo são extremamente importantes para reduzir rapidamente o déficit público da Itália e para aumentar a flexibilidade da economia italiana", disse Trichet. "Isto é absolutamente decisivo para consolidar e reforçar a qualidade e a credibilidade da estratégia italiana e a qualidade de crédito do país", disse.

Os comentários de Trichet se seguem às duras críticas de representantes de empresas e bancos, cujos membros, reunidos neste fim de semana em conferência em Cernobbio, cidade no Norte da Itália, se mostram cada vez mais contrários ao primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, afirmando que ele está fazendo pouco para tirar o país da crise da dívida da zona do euro. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Trichet Itália crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.