Trípoli afirma ter expulsado 1.619 clandestinos

O Ministério do Interior da Líbia informou a expulsão de 1.619 imigrantes ilegais subsaarianos, que foramdetidos entre os dias 15 e 20 de julho, informou nesta sexta a agência oficial de imprensa "Jana".Além disso, no mesmo período foram detidos outros 1.293 imigrantes ilegais que tentavam embarcar em diferentes pontos do litoral líbio para chegar às ilhas italianas do Estreito da Sicília, acrescenta a agência.O departamento de Segurança Pública do Congresso Geral do Povo Líbio (nome oficial do Ministério do Interior) afirma que faz "contínuos esforços" para combater a imigração ilegal, que cresce consideravelmente no verão do hemisfério norte, que vai de junho a setembro.Na terça-feira passada, a guarda costeira tunisiana anunciou o desaparecimento de 17 imigrantes ilegais. O barco em que tentavam chegar à Itália naufragou.Outros oito imigrantes resgatados declararam que tinham embarcado numa praia da Líbia com a ajuda de pessoas que cobraram uma elevada tarifa pelo transporte até uma das ilhas italianas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.