Tripulação de navio argentino deixa Gana

Os tripulantes de um navio-escola da Argentina retido em Gana por credores que tentam recuperar milhões de dólares perdidos em um calote argentino voaram ontem para Buenos Aires após três semanas detidos.

ACRA, O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2012 | 03h09

A fragata Libertad foi apreendido no porto de Tema em 2 de outubro graças a uma ordem judicial obtida pela empresa NML Capital, a quem o governo argentino deve US$ 300 milhões em títulos públicos. A presidente Cristina Kirchner, que recusou qualquer tipo de negociação para libertar os 280 tripulantes, não pôde enviar um avião oficial, por temer que ele também fosse apreendido. A solução foi fretar um Boeing 777 da Air France, que deixou Gana com destino a Buenos Aires ontem com quatro horas de atraso. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.