U.S. Customs via AP
U.S. Customs via AP

Tripulante de empresa aérea jamaicana é preso em aeroporto dos EUA com 4 quilos de cocaína

Hugh Hall carregava droga - avaliada em cerca de US$ 160 mil (R$ 528 mil) - em suas pernas quando foi abordado no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York; ele foi apresentado a um tribunal e preso por tráfico

O Estado de S.Paulo

22 Março 2018 | 12h12

NOVA YORK - Autoridades federais dos Estados Unidos informaram que um tripulante da empresa aérea Fly Jamaica Airways foi preso no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, ao ser flagrado com quatro pacotes do cocaína presos ao seu corpo.

De acordo com os funcionários do escritório de Proteção de Fronteiras e Alfândega dos EUA (CBP, em inglês), Hugh Hall carregava cerca de 4 quilos de droga - avaliada em cerca de US$ 160 mil (R$ 528 mil) - em suas pernas quando foi abordado, no sábado. Ele foi ouvido em um tribunal na segunda-feira, acusado de tráfico de drogas e preso em seguida.

Fotos divulgadas pelo CBP mostram o suspeito ainda com seu uniforme de trabalho, mas com as calças abaixadas e os pacotes de cocaína presos às suas pernas. O advogado de Hall, um cidadão jamaicano, e o representante da companhia aérea não quiseram comentar o caso.

"Esta apreensão é um exemplo de que os funcionários do CBP estão sempre alertas para proteger os EUA da distribuição de drogas ilegais", disse Leon Hayward, diretor interino de operações de campo do escritório em Nova York. / COM AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.