Tripulantes de avião espião chegam ao Havaí

Os 24 tripulantes de um avião espião norte-americano, que receberam autorização para deixar a China, desembarcaram hoje no Havaí, onde serão interrogados durante dois dias, antes de se encontrarem com seus familiares. "Um dia de orgulho para a Marinha", dizia um cartaz na chegada dos militares, que permaneceram 11 dias detidos depois que seu avião se chocou sobre águas internacionais com um caça de combate chinês. Os tripulantes serão interrogados hoje durante 12 horas e amanhã por mais 16 horas. Depois, serão levados à sua base, no Estado de Washington.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.