Tripulantes kuwaitianos e iraquianos trocam tiros no mar

Tripulantes de uma embarcação iraquiana trocaram tiros com kuwaitianos a bordo de dois barcos da patrulha naval do Kuwait. O tiroteio ocorreu na manhã de hoje perto da ilha de Warba, em território kuwaitiano. Segundo o Ministério do Interior do Kuwait, a guarda costeira respondeu a disparos dos iraquianos. Ninguém foi ferido seriamente, mas durante o confronto os dois barcos de patrulha kuwaitianos se chocaram e um tripulante se machucou levemente. Não houve manifestação imediata do Iraque sobre o episódio. Incidentes na fronteira entre Kuwait e Iraque, tanto por terra como pelo mar, não têm sido raros após a Guerra do Golfo, em 1991. Mas poucos deles foram relatados nos últimos anos. Em 1997, o Kuwait acusou o Iraque de atacar em duas ocasiões - contra uma torre de vigilância fronteiriça e contra três barcos patrulheiros da guarda costeira. O Iraque se queixou várias vezes às Nações Unidas (ONU) de supostos ataques kuwaitianos a suas embarcações. Os dois países não mantêm relações desde a guerra de 1991, na qual uma coalizão liderada pelos Estados Unidos libertou o Kuwait de uma ocupação iraquiana de sete meses. As fronteiras entre os países estão fechadas e são vigiadas por uma missão de observadores da ONU.

Agencia Estado,

03 Dezembro 2002 | 15h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.