Troca de mensagens pode ter causado colisão de trens

Funcionários que investigam a colisão de trens no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, que matou 25 pessoas na sexta-feira, pediram dados sobre o celular do maquinista. A suspeita é que o engenheiro, culpado por atravessar um semáforo vermelho pouco antes do acidente, estava trocando mensagens de texto. Especialistas do Conselho Nacional de Segurança do Transporte solicitaram o histórico do celular, após dois garotos, ambos de 14 anos, relatarem que receberam mensagens de texto pouco antes da tragédia.O trem, que levava 220 pessoas, ultrapassou sinais vermelhos e colidiu com um trem da Union Pacific, no subúrbio de Los Angeles, em San Fernando Valley. O caso foi o pior acidente ferroviário dos EUA em 15 anos, com 138 feridos. Hoje, um número menor que o normal de trens voltou a circular nas vias. O prefeito de Los Angeles, Antonio Villaraigosa, utilizou uma das composições, durante a manhã. "Queria encerrar qualquer temor sobre tomar o trem", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.