Troca de tiros em centro de distribuição do Walmart nos EUA deixa dois mortos

Atirador invadiu local, matou uma pessoa e foi morto pelas forças policiais; quatro ficaram feridos

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2020 | 11h11

Duas pessoas morreram e quatro ficaram feridas após um homem entrar com um carro em um centro de distribuição do Walmart, em Red Bluff, na Califórnia, e atirar nas pessoas que estavam no local.  

Os policiais atingiram e mataram o atirador, um homem de 31 anos que trabalhava Walmart até fevereiro de 2019 Antes, ele conseguiu atirar em um trabalhador da empresa, que foi levado ao hospital local mas não resistiu aos ferimentos. 

Franklin Lister, de 51 anos, contou que ele e um grupo de outros colegas tinham acabado de entrar no turno da tarde quando um funcionário correu pelo corredor gritando: "Tiros". Segundo ele, foram cerca de 50 ou 60 tiros aleatórios.  

Os funcionários do Walmart afirmaram que o homem dirgiu pelo estacionamento do centro de distribuição por quatro vezes antes de bater com o carro no edifício e começar a disparar com um rifle semiautomático. Quando a polícia chegou, ele começou a trocar tiros com as forças de segurança até ser atingido e morto. 

A empresa afirmou que vai colaborar com as autoridades para investigar as motivações do caso. / Com informações do NYT e da AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.